KOSMODROM, “Sonnenfracht” (2015)

Criadores de um Heavy Psych aliado ao Space Rock de ares desérticos e contemplativos, estes quatro músicos em alegre conexão têm o dom de fazer germinar imponentes Saguaros no fértil solo da nossa alma.

Já havia falado da incontestável capacidade alemã na criação de projectos musicais dedicados aoHeavy Psych, desmarcando-se com autoridade dos restantes vizinhos europeus. Kosmodrom é uma recente descoberta proveniente do território germânico que vem amadurecer esta minha inabalável convicção. Criadores de um Heavy Psych aliado ao Space Rock de ares desérticos e contemplativos, estes quatro músicos em alegre conexão têm o dom de fazer germinar imponentes Saguaros no fértil solo da nossa alma. Lançado em pleno verão de 2015, “Sonnenfracht” representa a ovacionada estreia deste quarteto alemão. São cerca de 23 minutos de constante radiância psicotrópica que nos convida a sobrevoar todo um deserto banhado de mescalina. Escoltem religiosamente Kosmodrom ao som de duas guitarras feiticeiras que se espreguiçam em lisérgicos e fecundantes uivos que nos bronzeiam, relaxam e fascinam, um baixo de linhas dançantes e imersivas que resmunga hipnoticamente ao longo de toda esta expedição sonora (com especial destaque para a sua deslumbrante pulsação no tema “Sonnenfracht”), e uma bateria imensamente groove’sca de assaltos estimulantes que pendulam entre o estado lenitivo e o estado efusivo. “Sonnenfracht” é uma sagrada e prazerosa meditação de firmamentos étnicos que nos converte em seus devotos peregrinos. A sua sonoridade, criadora de um paralelismo arrebatador, (e)leva-nos a um paradisíaco estádio da alma. Sintam as anestésicas marés gravitacionais de Kosmodrom e deixem-se catalisar por um dos trabalhos mais apaixonantes e inspirados do género. Respirem a narcotizante fragância deste deserto-jardim e transcendam-se pelas verticais estradas de “Sonnenfracht” rumo ao turbulento coração solar. Este é um dos grandes registos do passado ano de 2015 e – espero eu – o prelúdio de uma longa e admirável odisseia.

KOSMODROM, Sonnenfracht (19 Janeiro 2016)